domingo, 24 de abril de 2011

Carta para você

(...) Tudo bem que esse rostinho que mamãe te deu é digno de exclamações. Ok, seu corpinho também não é de jogar fora... E essa fila aí atrás? Essa fila é de dar dor de cabeça em quem está com vontade de aguentar. A ideia da concorrência me cansa só de pensar. E então você me perguntaria novamente se não gosto de você. Meu gostar é de um tamanho que ainda não inventaram numeração suficiente para demonstrar, mas eu acredito que quando é reciproco não há com o que se preocupar. Se me incomoda? Um pouco. Mulher é boa como amiga, mas quando é adversária e quer usar da insistência... Haja paciência! E eu cansei.

Como eu fico? Eu vou partir pra outra, tem um mundo inteiro que tá aí pra desvendar. Não, não se lamente, você não fez muita coisa de errado. É eu disse muita coisa. Não posso dizer que você não fez NADA de errado porque aí estaria eliminando meus esforços para estarmos nessa até hoje. E posso confessar? Não foram poucos. Eu entendo que você é daqueles que se estivesse em vitrine estaria acompanhando da plaquinha: desejo de consumo, mas eu não tenho paciência não viu? Essa idéia de que eu sou lindo e sei disso é tão maçante. Pergunto-me de quantos espelhos você necessita para te rodear quando há o restante da humanidade inteirinha lá fora o qual você nem parece se preocupar.

Se quiser me culpar você está em seu direito, entendo eu. Mas não ouse ignorar meu empenho em não te bloquear quando você me exigia demonstrações constantes de atenção para superar sua carência que ei, nem sequer existe! Você jamais poderá dizer que eu não valorizei o que era importante para você. Tenho meus defeitos e estou longe da perfeição, mas você sempre teve abrigo em meu enorme coração. Coração este que impede que eu vasculhe minha mente em busca de mais defeitos e motivos para me justificar... Não há mais o que falar.

Talvez você me odeie por lhe privar da oportunidade de revidar e aproveito para lhe pedir meu sincero perdão, mas se estivesse em sua presença posso adivinhar sua reação: Colocaria minha franja de lado e atingiria minha alma com o azul dos seus olhos e minha voz iria se calar. Usaria apelidos que me fazem desmanchar. E nada do que eu escrevi até agora iria funcionar porque a verdade é que esses são os únicos defeitos que achei em meio a nossa história que fui obrigada a lembrar. Por mais que minha boca peça para te beijar e meu coração se desafaça com seu modo de me galantear eu já não sou quem era antes e preciso crescer. Estive esperando até agora que o mesmo acontecesse com você. Não te condeno ninguém é igual... E não ache que procuro um romance ideal. Todo mundo tem qualidades e não posso as ignorar, se você não tivesse tantas eu não aguentaria ficar. E quando digo aguentar é porque tem um mundo lá fora me chamando para viver, me convidando a amadurecer. Preciso partir, mas te deixo com meu beijo as boas sensações que você me fez sentir.

15 comentários:

  1. Amadurecer é uma luta constante....


    feliz páscoa pra ti... muito amor e renovação...

    "que seja doce" os dias vindouros...

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. obrigada pelas palavras fofinha. beijinho

    ResponderExcluir
  3. Uau! Você acha realmente que precisa crescer? Eu acho que precisa descobrir o mundo como qualquer uma de nós.Mas creio que já está amadurecida.
    Beijos, garota! Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir
  4. Amei seu texto flore e seu cantinho

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. "Todo mundo tem qualidades e não posso as ignorar, se você não tivesse tantas eu não aguentaria ficar."

    Bem meu momento!!
    Adorei o texto!!
    Seguindo seu blog!!
    Beijoo

    Dá uma olhadinha no meu, caso querira seguir: flores-na-cabeca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Às vezes é preciso deixar coisas e pessoas para trás para podermos crescer de fato!

    Querida, obrigada pelo elogio à minha pequena! Mãe coruja agradece! ;)

    Beijo, beijo!

    ResponderExcluir
  7. Eu vi numa comunidade e não me lembro do texto mas que: com o tempo certas coisas não mais nos interessa... Foi uma coisa assim. Mas, enfim. Uma hora você ia se deparar que seus gostos mudam incluindo o seu sentir. Você acabou de dar um passo para frente!

    ResponderExcluir
  8. Encontro é alquimia. Coincidência não co-incidente de dois que se buscam um. Partida é dor que a dois pertencem, pela alquimia que se evaporou.

    ResponderExcluir
  9. Ai meu Deus! Esse post veio a calhar, porque estou vivendo um momento parecido com esse relatado...

    ResponderExcluir
  10. Muito lindo teu cantinho, teus posts ..
    voltarei mais vezes conserteza !
    se quiseres me segue .beijos:**
    absurdoencantamento.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. nosssssssssssssa ese blog e lindo eu amei o seu blog brenda eu adorei.beijos breno

    ResponderExcluir
  12. nossa, as vezes enche o saco não é? E bastam apenas pequenos detalhes para que nada disso escrito faça algum sentido!

    Beijo moça

    ResponderExcluir
  13. Precisamos enfrentar tanto perdas quanto desistências. A vida exige o máximo possível de nós, e é isso o mais encantador dela.

    E como disse Bob Marley "Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama.
    Eu desisti. Mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer."

    beijos e que muitas flores façam parte do seu caminho.

    ResponderExcluir
  14. Brenda, não conseguimos pegar o seu texto para editar e publicarmos no projeto. Peço que nos envie por email (blogueirosliterarios.gmail.com) se ainda tiver interesse.
    Grata

    ResponderExcluir